Com pandemia, intenção de compras do Dia dos Pais cai 23,9% em Minas

Dados levantados pelo Ipead/UFMG apontam que a é a maior baixa na intenção de compra dos últimos cinco anos

(Foto: freepik.com)

Da redação
redacao@interessedeminas.com.br

A pandemia da Covid-19, que já vem afetando as atividades do comércio mineiro, também vai impactar negativamente as vendas de datas comemorativas. A intenção de compra para o Dia dos Pais está bem menos aquecida em relação ao ano de 2019, com uma queda de 23,9%. É o que aponta o estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de MG (Ipead/UFMG). O índice é o mais baixo dos últimos cinco anos.

Dentre os 33,81% dos entrevistados que pretendem presentear seus pais, o ticket médio por presente ficou igual a R$ 79,58, tratando-se do menor valor já observado desde 2016. No último ano valor foi de R$ 86,08. Destaca-se ainda que a faixa de valor para presentes de R$ 101,00 a R$ 150,00 foi a mais citada, representando 35% dos consumidores que pretendem presentear em 2020.

A pesquisa Pretensão de compra para o Dia dos Pais é aplicada no mês de julho juntamente com o Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte (ICC BH), com o mesmo dimensionamento amostral e recortes por sexo e renda familiar.

Seu objetivo é apresentar informações estratégicas que possam subsidiar planos e ações dos consumidores no que se referem às compras referentes à data comemorativa.

Sobre o Ipead

A Fundação Ipead é uma entidade sem fins lucrativos, credenciada pelo Ministério da Educação – MEC e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, como fundação de apoio à Faculdade de Ciências Econômicas – Face da UFMG.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Article Categories:
Minas em númerosÚltimas