Zema atrai investidores chineses para o Sul de Minas

Grupo chinês abriu banco em MG, investindo R$ 100 milhões no estado

  • por em 8 de janeiro de 2020 | atualizado: 13/02/2020 - 12:11

Governador Romeu Zema recebe executivos da fabricante de equipamentos XCMG (Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)

Da redação
redacao@interessedeminas.com.br

Apesar da crise econômica que sufoca Minas Gerais, o estado tem conseguido atrair investimentos para impulsionar a economia. O grupo asiático Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), fabricante de bens de capital, abriu seu primeiro banco em Pouso Alegre, no Sul de Minas, com um capital inicial de R$ 100 milhões.

A empresa, que já tem uma unidade instalada na cidade também anunciou que investirá na criação de um parque industrial na região, o primeiro do grupo fora da China. A estratégia é atrair empresas para formar um cinturão de fornecedores da XCMG na região de Pouco Alegre (MG).

Para isso, o presidente do grupo asiático, Wang Min, pediu a ajuda do governador Romeu Zema na simplificação burocrática para a futura instalação das empresas chinesas no território mineiro, em um encontro realizado 7 de janeiro na Cidade Administrativa.

Na ocasião, além de agradecer a confiança dos executivos para investir em Minas, o governador enfatizou que foi muito acertada a decisão do grupo chinês na abertura do banco, uma vez que os principais concorrentes da XCMG impulsionar os negócios por meio das vendas financiadas pelas próprias instituições financeiras. “Sou muito grato por vocês terem mantido o banco em Minas Gerais”, disse.

O governador manifestou total interesse em atrair para o estado novos investimentos chineses. “Tudo aquilo que estiver ao nosso alcance será feito para que os senhores invistam mais e que seus fornecedores também venham para Minas Gerais”, enfatizou o governador Zema.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Article Categories:
EconomiaÚltimas

All Comments