Comércio mineiro aposta no Dia dos Pais para minimizar a crise

Segundo a pesquisa da Fecomércio, mais de 75,8% do comércio mineiro espera igualar ou superar as vendas para a data em 2019

Dia dos Pais abre o calendário do comércio para datas comemorativas do segundo semestre (Foto: freepik.com)

Patrícia Adriely
patricia@interessedeminas.com.br

O Dia dos Pais pode trazer algum alento para a economia mineira, que tanto tem sofrido com a crise econômica que atinge o estado. A data está gerando confiança e perspectiva positivas para o comércio de Minas Gerais.

É o que aponta levantamento realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG). Segundo a pesquisa, mais de 75,8% do comércio mineiro espera igualar ou superar as vendas para a data em 2019.

A data, que será celebrada no próximo domingo – 11 de agosto –, abre o calendário do comércio para datas comemorativas do segundo semestre de 2019. A Fecomércio MG informa que o evento impacta positivamente 61,9% do comércio varejista de Minas Gerais.

Setores mais impactados pelo Dia dos Pais

Tecido, vestuário e calçados 78%
Combustíveis e lubrificantes 64,3%
Produtos alimentícios, bebidas e fumo 58,9%
Fonte: Fecomércio MG

A especialista em estatística da Fecomércio MG, Letícia Marrara, explica que caráter sazonal estimula as vendas na data. “A comemoração coincide com as liquidações de artigos de inverno, transformando-se em uma grande oportunidade de faturamento para o comércio varejista e de aquisição para os consumidores”, afirma.

A pesquisa também aponta que as empresas mais impactadas positivamente pelo Dia dos Pais são as de tecido, vestuário e calçados (78%), seguidas por combustíveis e lubrificantes (64,3%) e produtos alimentícios, bebidas e fumo (58,9%).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Article Categories:
EconomiaPerspectivas